LIVRARIA

Olá Visitante, seja bem vindo!
BUSCA POR AUTOR
CATEGORIAS
PUBLIT STORE
Lá Ele ou O Esparro na Bahia
Por: R$ 32,36
ISBN: 978-85-7773-081-0
Formato: 14x21
N° de páginas: 118


Descrição

O termo ESPARRO na Bahia significa situação difícil, embaraçosa ou de perigo, possibilidade de se dar mal, de acordo com  o contexto da frase em que está. Quando se diz “Não vá porque é o maior esparro”, é aconselhável não ir. Quando o estudante adverte ao colega “Não copie da prova de Fulano porque é esparro”, significa que sua nota será melhor se não buscar ajuda na prova daquele fulano. Ou ainda quando alguém avisa “Eles armaram o esparro, deixaram tudo aí solto e ficaram de butuca vigiando atrás da árvore” que se explica por si só, você já fica sabendo que a armadilha está montada.
Já o LÁ ELE é uma expressão usada para afastar a má sorte contida nas palavras. Quando alguém diz que “O sujeito tomou uma facada bem aqui” e mostra em si próprio o lugar onde o sujeito levou a facada, sempre acrescenta um “Lá nele!” que é pra não atrair a facada para si. Da mesma forma que se evita pronunciar algumas palavras como Diabo ou Demônio (usa-se Cão, Capeta, Canhoto, Inimigo, etc...), morte, alguns nomes de doença como câncer, tuberculose ou lepra, ou seja, palavras que comprovadamente atraem o azar para quem as pronuncia, quando se tem que dizer alguma coisa passível de trazer má sorte, usa-se o Lá ele (ou Lá nele ou ainda Lá dele) que funciona como amuleto para afastar o azar e, possivelmente, mandá-lo para aquele a quem se está referindo.
Quando se trata do esparro como brincadeira, muitas vezes existem respostas padronizadas para os esparros, outras são criadas na hora, mas, na falta de resposta apropriada, a vítima usa o “lá ele” afastando de si as nefastas consequências da pecha que lhe é imposta.


Publit nas Redes

Formas de Pagamento


Copyright © Publit Soluções Editorias